DOMINGO, 28 DE NOVEMBRO DE 2021|CONTATO

Veja matéria completa da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Segunda, 11 de janeiro de 2016


COMO SE DAR BEM NAS FEIRAS

Os eventos de negócios podem trazer bons resultados para os expositores. Mas, para isso, e preciso definir objetivos, fazer as contas e escolher a melhor localização para os estandes.

Expor a empresa em uma feira de negócios e uma ação estratégica. Durante os eventos, as empresas promovem a marca, divulgam produtos e serviços, encontram fornecedores e clientes, prospectam vendas e fecham acordos. Ao mesmo tempo, pode ser uma boa oportunidade para marcar presença em uma região onde a empresa não tem representação comercial. "Trata-se de um investimento em mídia presencial", afirma Armando Mello, presidente executivo da Ubrafe (União Brasileira dos Promotores de Feiras), para quem a interação com o cliente pode ser muito produtiva. Ter sucesso nessas ações, entretanto, requer planejamento. A decisão de participar ou não de uma feira passa por escolher o evento, calcular os custos e desenhar o estande.

Em um ano de crise econômica, e necessário ser mais criterioso nas escolhas. Tanto os iniciados quanta os estreantes precisam ter cuidado redobrado, porque as feiras tendem a encolher em períodos de recessão, em numero de expositores e de visitantes. "Por isso, e crucial que a participação no evento esteja alinhada ao planejamento estratégico", diz Jose Carma de Oliveira, consultor do Sebrae-SP. Para quem já costuma expor, a dica e avaliar os resultados de anos anteriores para balizar as escolhas neste ano. "Convém também reavaliar os custos operacionais relacionados ao evento e adapta-los ao orçamento atual", afirma Oliveira. Leia a seguir todos os passos para programar a sua agenda de feiras de negocio em 2016.

1 - PLANEJAMENTO
Defina os objetivos Envolva a equipe para traçar um plane estratégico. Para o marketing, per exemplo, a intenção pode ser reposicionar a marca; para o comercial, ampliar as prospecções. Para a área de projetos, coletar opiniões sobre as inovações apresentadas no evento; para a diretoria, estreitar o relacionamento com os clientes. "Como cada setor tem o seu objetivo, e importante que a decisão seja coletiva", afirma Eliane Bastos, consultora de marketing da Ello Consulteres e publisher do portal Feiras industriais.

Escolha o evento ideal Primeiro, faça um levantamento das feiras relacionadas ao seu setor. Em seguida, garimpe as que tem maior potencial de atender aos objetivos propostos. Alguns detalhes são cruciais: a reputação do promoter da feira, a divulgação para atrair visitantes, a cobertura geográfica (um evento regional, per exemplo, pode ser útil para um neg6cio que não tem representação comercial naquele lugar), o perfil dos visitantes e dos expositores. Confira também a presença de estrangeiros e a participação da concorrência.

2-INVESTIMENTO

Some todos os gastos

•Estande: aluguel do espaço, taxas, montagem, limpeza, segurança patrimonial e seguro dos produtos.

•Pessoal: seleção e treinamento de equipe terceirizada, se houver; remuneração de equipe própria; interpretação em diferentes idiomas (se necessário); alimentação; locomoção; estadia e uniformes.

•Material de exibição: amostras, documentação ,transporte , brindes. embalagem e armazenamento.

•Promoção: convites, catálogos, assessoria de imprensa, publicidade, ações promocionais e fotografia.

Avalie a relação custo-benefício
Calcule o que o estande poderá trazer em termos de vendas e rentabilidade. Mas lembre-se de que a analise pode extrapolar o aspecto quantitativo. 0 retorno pode se dar, por exemplo, na percepção positiva da marca ou no lançamento de um produto. "O importante e que a avaliação leve em conta quanta vai custar para atingir os benefícios almejados. Pelo expositor ", afirma Anne Sophie Matthey-Henry, consultora com 21 anos de experiência na organização de eventos de neg6cios.

3-ESTANDE

Escolha o local A melhor localização depende do que o expositor quer realizar na feira. Se a ideia e distribuir sacolas e brindes, a entrada do pavilhão e mais indicada. "Assim, os visitantes iniciam o percurso promovendo a marca", diz Anne Sophie. Ja quem quer demonstrar um produto pode optar por um estande central, longe do burburinho da recepção, das lanchonetes e dos banheiros.

Chame a atenção Recorra a elementos visuais e sonoros para diferenciar-se dos outros expositores. "Crie um ambiente que atraia o visitante em 30 segundos. E o tempo medico que se leva para passar na frente de um estande", diz Oliveira. Comida e café são bons atrativos. Outra dica e promover mini palestras e ate sorteio de prêmios. "Essas iniciativas trazem mais resultados do que a distribuição aleat6ria de folhetos", afirma Oliveira.

4-PÓS-FEIRA

Avalie os resultados Além do faturamento total dos dias de evento, analise o numero de relações comerciais que começaram na feira, o desempenho das promoções e o ganho de imagem com a exposição. Considere ainda o conhecimento de mercado adquirido durante o evento.

Aproveite os cantatas
Tao logo a feira termine, cumpra tudo o que foi prometido aos visitantes. Envie o material e os orçamentos solicitados, estabeleça uma agenda de contatos e marque visitas. "E nesse período que muitos negócios acontecem e os relacionamentos se estabelecem", diz Oliveira.