SEGUNDA, 15 DE ABRIL DE 2024|CONTATO

Barômetro Eventos B2B, realizado pela UBRAFE, registra mais de 5 milhões de visitantes em grandes eventos B2B somente no segundo semestre de 2022, em São Paulo. Expectativas para 2023 preveem impacto de até R$ 18 bilhões na economia da cidade e a participação de 12 milhões de pessoas

Domingo, 11 de junho de 2023


A UBRAFE - União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios acaba de divulgar, em parceria com a São Paulo Turismo (SPTuris), os resultados do Barômetro Eventos B2B, primeiro levantamento quantitativo sobre o setor de Eventos com foco na geração de negócios – feiras, congressos e convenções, pós-pandemia. O trabalho analisa um semestre inteiro sem a interferência da pandemia. Com o balanço positivo no segundo semestre de 2022 e as boas expectativas para 2023, o setor comemora o retorno das atividades após dois anos de cancelamentos e adiamentos.

De acordo com o barômetro UBRAFE, com o avanço da vacinação os eventos e feiras de negócios puderam ser retomados, porém de maneira tímida no primeiro semestre de 2022, mediante os desafios da variante Ômicron. A retomada aconteceu, de fato, nos meses de maio e junho, com um segundo semestre registrando cerca de 5,4 milhões de visitantes nos eventos B2B de portes grande (acima de 700 pessoas) e mega (acima de 5000 pessoas), nas principais venues (locais para eventos) da capital paulista.

Do perfil dos visitantes, os dois principais grupos são de 70% residentes no estado de São Paulo, enquanto 30% são de fora do estado. Foram contabilizados um total de 650 eventos considerados de porte grande e mega.

Expectativas 2023

Segundo a UBRAFE, a expectativa para 2023 é que sejam realizados, pelo menos, 1.500 eventos B2B de porte grande ou mega durante o ano e, se forem atualizados os números no segundo semestre de 2022, os 5,5 milhões de pessoas poderão atingir 12 milhões na capital paulista - número igual ao atual número de habitantes.

Com toda essa movimentação, a entidade estima receber uma média de 4 milhões de turistas de negócios (30% do total de participantes), somente nos eventos realizados nas principais venues. Considerando que cada turista deva passar em média três dias na capital e investir cerca de R$ 3,5 mil em transporte, alimentação e hotel, a cidade de São Paulo deverá ter um impacto de R$ 14 bilhões somente com o turismo de negócios relacionados com os eventos B2B.

“Se as projeções forem alcançadas, e estamos trabalhando arduamente para isso, o impacto estimado será de R$ 14 bilhões. Se somarmos a isto os gastos de quem já vive aqui em São Paulo e participa de eventos com foco em negócios – uma média de R$ 500 por pessoa -, seríamos capazes de acrescentar mais R$ 4 bilhões na economia. O impacto total dos eventos B2B na cidade de São Paulo em 2023 pode chegar, então, a R$ 18 bilhões, ou seja, superando os valores pré-pandemia. O Brasil está entre os países mais empolgados com o retorno dos eventos a níveis normais em todo o mundo”, comemora o diretor-executivo da UBRAFE, Paulo Octávio Pereira de Almeida.

Segundo Gustavo Pires, presidente da SPTuris, o retorno dos eventos fará com que São Paulo tenha o melhor ano da história, com o crescimento dos eventos de todos os formatos. “No segundo semestre de 2022 já havíamos recuperado os índices de pré-pandemia. O calendário de 2023 é o principal ativo de impacto turístico que teremos, revertendo-se em taxas de ocupação hoteleira mais elevadas, movimento em restaurantes e comércio em geral, além da geração de empregos, principal resultado a ser perseguido”. Em 2022 as atividades vinculadas ao turismo tiveram um resultado positivo de 36.700 postos de trabalho formal (fonte: Caged/Governo Federal).

A indústria de Eventos impacta, sozinha, mais de 50 setores da economia. Dados relativos ao número de Feiras e Eventos de Negócios pré-pandemia indicam mais de 2.000 eventos contabilizados em todo o país durante o ano. Somente no Estado de São Paulo, são, em média, 8,2 milhões de visitantes em Feiras e Eventos de Negócios ao ano, o valor do impacto anual na Economia Brasileira na geração de resultados para as empresas expositoras dos eventos é de R$ 305 bilhões – considerando as mais de 2.000 feiras e eventos pelo Brasil, o impacto é de cerca de R$ 1 trilhão, nacionalmente. O volume de investimentos no setor de Eventos chega a R$ 16,3 bilhões ao ano.[i]

Sobre a UBRAFE

A UBRAFE - União Brasileira de Feiras e Eventos de Negócios é a entidade que representa o setor de organização e realização de eventos B2B junto a todos os segmentos da economia brasileira. Em seu quadro de associados estão as maiores empresas que organizam feiras de negócios e congressos, as principais venues e os fornecedores mais relevantes para eventos com este perfil. Apresenta ao mercado e ao governo a importância e os números do setor. Anualmente, os associados da UBRAFE são responsáveis pela realização de eventos B2B que representam 85% do total de eventos de grande porte. Outros detalhes: https://ubrafe.org.br/


Sobre a São Paulo Turismo (SPTuris)

A São Paulo Turismo (SPTuris) é a empresa oficial de turismo e eventos da cidade de São Paulo. Fundada em 1970, ela é a responsável pelo planejamento, organização e produção de eventos públicos da cidade, além de apoiar institucionalmente a iniciativa privada. A organização também tem um papel essencial no apoio de políticas públicas voltadas ao turismo na capital paulista.



Informações para a Imprensa:

BE ON PRESS

Ana Penteado | anapenteado@beonpress.com | (11) 99181-8294
Camila Barini | camila@beonpress.com | (11) 98478-3776

Ludmilla Almeida | imprensa@beonpress.com | (11) 97712-2790